18 agosto 2007

# 158 Passeio pela Cidade


8 comentários:

Maria disse...

Conheço-a como a palma das minhas mãos.
Tem muito barulho...
...e muitos pombos...

albertokorda disse...

Os pombos têm esse misto de beleza e de poluição

Kalinka disse...

OL� ALBERTO
descobri hoje o seu cantinho e estou a gostar de tudo. Adoro esta m�sica:Encosta-te a mim...
e, tamb�m adoro FOTOGRAFIA. Se me visitar ver� que � verdade!
BOM DOMINGO.

Depois de ler, tente adivinhar de quem falo:
Encontro no amor deles, o brilho que me d� luz, que me d� vida.
N�o h� amor igual no mundo, julgo
Que tal do�ura tenha, tal magia...
O carinho e a ternura deles, s�o a raz�o do meu ser.
Neles est� todo o fim e o princ�pio, qual para�so. A raz�o do meu pr�prio cora�o. Sem eles o mundo � t�o escuro, t�o negro, t�o vazio, t�o confuso.
Meus Amores, meus encantos.
O luar entrou pela minha janela
e aqueceu o meu cora�o,
iluminou a minha alma.

brisa de palavras disse...

para matar o tempo ou talvez a solid�o dos domingos de manh�....

um abra�o

brisa de palavras

Ahlka disse...

'Misto de beleza e poluição' ?
A foto só foi tirada á beleza, conseguiu apagar qualquer vestígio de poluição :)

Paula Raposo disse...

Eu odeio pombos! Não consigo sequer ver qualquer beleza neles!!!

Cláudia Ribeiro disse...

que belo momento que capturaste!

Pascoalita disse...

Boa foto, mas provoca-me tristeza, sem no entanto saber bem o porquê. Pombos não são mto do meu agrado, mas têm tanto direito à vida como nós.