06 junho 2007

# 119 Devoção

Coruche, 10Março2007
Durante o período da Guerra Colonial, os habitantes de Coruche depositavam na sacristia da Igreja daquela localidade, uma foto dos familiares que iam para o Ultramar.

6 comentários:

Diabinha disse...

A ideia era repetir o ritual de outros dias ... apenas parar, olhar e sair maravilhada. No entanto, hoje não resisti a deixar uma palavrinha. São fotos lindíssimas! E esta enriquecida pela componente emocional de que dá conta no texto/legenda. Gosto de tudo aqui. Muito bonito

Maria disse...

A esperança, vã, que viessem todos, e com saúde....

Ahlka disse...

Tempos para esquecer...Fica o lado estético da foto com toda a carga emocional que consegue transmitir.

Será que o segredo está na máquina? Emprestas? ;)

Rosarito disse...

Linda foto.
O concelho de Coruche é dos mais belos em termos paisagísticos. Aconselho uma volta pelos arredores da Vila na direcção da Erra, ou da Lamarosa, ou do Couço, Santana do Mato, Agolada... Tanto a máquina como o fotógrafo vão ter modelos extraordinários quer no campo da flora quer da fauna.
São um desafio aos artistas...

Obrigada pelo acesso ao blog.

Laura disse...

Olá, na Senhora do Alivio em Vila Verde pertinho de Braga tem a Igreja do Alivio, e tem fotos muito antigas dos nossos soldados que partiam para as Áfricas e voltavam e agradeciam assim, só os que não regressaram não a têem lá...
Lindo, beijinho de mim...

Paula Raposo disse...

Mais uma excelente fotografia!